/ Sabia que

  • Apesar do distanciamento face aos padrões actuais, Elis Ab “Eco-Cidade 2020” poderá representar uma solução sustentável para desenvolvimento de cidades num futuro próximo. Esta estrutura foi arquitectada por uma empresa de exploração de diamantes da Sibéria Oriental como forma de aproveitamento e transformação do impacto da actividade das empresa mineira no meio ambiente.

    A construção foi planeada para preencher uma cratera de 2km de largura e prevê-se que subterraneamente possua florestas, quintas, estruturas suporte a comunidades e habitação para 100.000 indivíduos. A estrutura do tecto transparente da “Eco-Cidade” será ainda equipada com células foto-voltaicas por forma a produzir energia solar para posterior utilização pelas comunidades que nela habitarem.

  • O Fundador da General Electric, Thomas Edison, cedo se destacou pelo seu espírito de iniciativa, empreendedorismo e procura por novas descobertas. De facto, hoje em dia, Edison é considerado um dos primeiros utilizadores de diversas metodologias aplicadas em termos de inovação ou promoção da mesma. De entre outros exemplos, o inventor defendia a existência de equipas internacionais e multifacetadas para desenvolvimento de projectos, a importância de testar em condições rigorosas as invenções (tendo para o efeito construído o primeiro Laboratório de Investigação da época) e a relevância de percepcionar as necessidades dos Clientes.

  • Na realidade a Nokia foi fundada por Fredrik Idestam em 1865 como uma fábrica de papel. A sua transição para os mercados em que hoje em dia se encontra, deve-se em grande parte à inovação. O percurso percorrido nesta transição, teve início no desenvolvimento de trabalhos em madeira, posteriormente no fabrico de guardas-chuva, produção de botas de borracha e cabos eléctricos, até que em 1963 desenvolveu o radiotelefone e em 1965 apresentou ao mundo um modem de transmissão de dados.

  • A Nimslo, produtora de máquinas fotográficas, criou uma máquina fotográfica capaz de captar imagens a 3D.
  • Como uma das mais poderosas empresas à escala Mundial, a Coca-Cola não se deixa estagnar na oferta dos mais variados produtos alimentares e soft-drinks. De facto, uma das mais recentes inovações e expansões de negócio desta multinacional, foi a criação de uma marca de roupa que pretende estar alinhada com as imagens de juventude e frescura a si associadas.
  • O Cirque du Soleil é um exemplo claro de que mesmo quando uma indústria parece encaminhar-se para uma fase de declínio, a inovação e percepção dos gostos dos Clientes pode inverter totalmente a situação.De facto, a indústria circense como tradicionalmente conhecida, encontra-se numa situação de perda de adeptos. O Cirque do Soleil afasta-se plenamente desta tendência, já que percepcionando uma oportunidade/ nicho de mercado, desenvolveu um modelo de negócio assente em espectáculos inteiramente executados por seres humanos, excluindo por isso os tradicionais animais amestrados. O sucesso da empresa é inquestionável e é previsível que o modelo por esta seguido seja a resposta para a rentabilidade da indústria no futuro.
  • Questões a ponderar:
     
    • 1. Qual é o seu principal Cliente?
    • 2. Como é que os seus valores atribuem prioridade a Accionistas, Colaboradores e Clientes?
    • 3. Quais as variáveis de desempenho que está a monitorizar?
    • 4. Quais as fronteiras estratégicas que estabeleceu?
    • 5. Como está gerar uma tensão criativa na sua Organização?
    • 6. Qual o grau de compromisso dos Colaboradores em entreajudarem-se?
    • 7. Quais as incertezas estratégicas que o deixam acordado de noite?
     
    São sobre estas 7 questões que Robert Simons desenvolve um teste que possibilita identificar indefinições, ineficiências ou fragilidades na estratégia da sua Organização e na sua execução.
    Saiba mais:
    Simons, Robert, Harvard Business Review, November 2010, pp. 93-100
    Abrir
  • A Biomimética é a ciência que estuda a natureza, os seus modelos, sistemas, processos e elementos de forma a inspirar a resolução de problemas da humanidade. O termo biomimetismo surge do grego bios, que significa vida e mímesis, ou seja, imitar. Existem diversos exemplos de sucesso de aplicação desta ciência, tais como: • Velcro: Inventado a partir da visualização ao microscópio de uma planta seca , que se agarrava a roupa e cabelo. Descobriu-se que o segredo estava na estrutura espinhosa dessa planta. Soluções para redução do atrito na água: Inspirado na estrutura da pele de tubarão, extremamente eficiente em termos de redução de atrito na água, uma variedade de produtos foram desenvolvidos, tais como tintas para cascos de navios, submarinos, aviões de fuselagem, e até mesmo fatos de banho para atletas de alta-competição.
  • Há apenas uma década atrás, o Teletrabalho (trabalho à distância) era entendido como “a” forma de trabalho de um futuro ainda longínquo. De facto, devido à desmaterialização significativa da actividade económica, resultante dos grandes avanços tecnológicos e informáticos, que conduziram ao “big-bang” da Internet, o Teletrabalho assume-se, hoje em dia, como uma realidade e forma de combate aos perigosos níveis de desemprego sentidos à escala Global. De acordo com uma notícia emitida pelo Washington Business Journal, em 2008 já existiam 33.7 milhões de Americanos a trabalhar neste regime.

  • A Boston Consulting Group em parceria com a Business Week, desenvolveu em 2010 o seu sétimo survey internacional dedicado à temática da Inovação. Este, foi aplicado a executivos da gestão de Topo das maiores empresas à escala Global, como forma de medir a evolução da capacidade de inovação das mesmas, e dessa forma, obter um ranking das empresas mais inovadoras a nível mundial. A metodologia utilizada para construção do ranking, teve como base a associação de cada resposta do survey à atribuição de uma ponderação média do desempenho de cada empresa ao longo do ano de estudo de três medidas financeiras: retorno aos accionistas a três anos, crescimento da receita a três anos e taxa de crescimento da margem de negócio a três anos. Na construção do survey, recolha de dados e tratamento dos mesmos, a Boston Consulting Group foi responsável pela análise dos dados, a Reuters e Compustat Standard & Poor's facultaram os dados financeiros necessários, e a Bloomberg facultou os retornos totais aos accionistas para os anos pretendidos. No ranking final, A Apple e a Google, foram premiadas como as empresas mais inovadoras de 2010, sendo que do mesmo constam ainda grandes multinacionais, tais como a Microsoft, Volkswagen, General Electric, Ford Motor, Samsung, Nokia, LG, Coca-Cola, Procter & Gamble, IBM, Nintendo, Amazon e Hewlett-Packard.
    Referencias
    http://www.businessweek.com/interactive_reports/innovative_companies_2010.html
    The Boston Consulting Group – Report – Innovation 2010
    Abrir
  • Em Janeiro de 2011, a plataforma Innovcenter da Mota-Engil foi distinguida pela Nielsen Norman Group como uma das 10 melhores intranets para 2011.

    Esta plataforma teve como ponto de partida o objectivo de estar disponível a todos os Colaboradores da Mota-Engil Engenharia e Construção, para que assim fosse possível a partilha de ideias e experiências, para posterior implementação das mesmas.

    "Numa indústria altamente competitiva e geograficamente muito dispersa, vemos no InnovCenter um meio de potenciar os saberes e ideias dos nossos colaboradores. O InnovCenter veio dar voz à comunidade Mota-Engil Engenharia, permitindo que todos participem no desafio de tornar a nossa organização mais dinâmica e coesa, para dar resposta aos desafios futuros. Além disso, este meio, veio sistematizar a Gestão de IDI de uma forma simples e clara sem criar barreiras à criatividade e inovação, não retirando no entanto, a necessidade de continuarmos a ter,  persistência e paciência na busca do sucesso.", defende Rui Campos, Director da Performance, Tecnologia e Inovação da Mota-Engil.

    Segundo o Presidente do Nielsen Norman Group "o InnovCenter da Mota-Engil incentiva, guia e permite identificar ideias inovadoras desde o momento da sua concepção até sua conclusão. Esta é uma ferramenta poderosa para a promoção da inovação pois facilita a participação e a informação entre colaboradores o que possibilita a implementação de projectos de sucesso em toda a empresa".

    Verifica-se com este caso, um excelente exemplo na aplicação das práticas de inovação.

    Parabéns Mota-Engil!
  • É do conhecimento geral que ambientes de trabalho descontraídos, luminosos e atractivos fazem-se reflectir positivamente nos níveis de motivação, produtividade e criatividade dos colaboradores das organizações. Apesar desta boa prática ser globalmente reconhecida e compreendida pelo mercado, são ainda poucas as empresas que a aplicam verdadeiramente. De maneira a inverter esta situação, apresentam-se diversos mecanismos que as organizações podem adoptar, com o objectivo de criarem ambientes de trabalho que potenciem a inovação:

    • Permita que os seus colaboradores decorem e disponham o seu local de trabalho de acordo com a sua livre vontade;
    • Permita que os seus colaboradores detenham no seu local de trabalho acessórios e objectos do seu interesse, ou que de alguma forma estejam associados a momentos da sua vida pessoal, tais como bilhetes de viagens, fotografias, recordações, entre outros;
    • Incentive os seus colaboradores a dedicarem algum tempo do seu dia de trabalho à reflexão sobre ideias criativas, podendo para o efeito disponibilizar uma área dos seus escritórios específica para o mesmo, tais como uma zona de jogos ou zonas ao ar livre;
    • Garanta que todos os colaboradores se sentem parte integrante do processo de criação e inovação da empresa, promovendo sessões de brainstorming e discussões de grupo, para livre patilha de ideias e sugestões criativas.

    Desta forma, a criatividade pode ser promovida e incentivada, resultando num beneficio mútuo para ambas as partes: para as organizações, pela geração de ideias de valor acrescentado, e para os colaboradores, pelo aumento dos níveis de satisfação e de motivação por integrarem uma organização que se preocupa com o seu bem-estar.

  • Uma equipa de investigadores da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, liderada por Elvira Fortunato e Rodrigo Martins, inventou as primeiras baterias de papel do mundo que, de entre diversas funcionalidades, podem alimentar telemóveis e outros dispositivos electrónicos.

    Na verdade, os investigadores descobriram de que forma é possível armazenar informação em fibras de papel, algo inédito à escala Global, o que representa um avanço assinalável em termos da nanotecnologia. Com esta descoberta, a equipa prevê ser possível criarem-se memórias de transístores descartáveis em papel, totalmente recicláveis, capazes de armazenar informação durante 14 mil horas, quando actualmente, a tecnologia existente apenas permite um total de 1h15. Segundo Elvira Fortunato, o papel “tem muitas vantagens, porque é biodegradável, reciclável e fácil de produzir.” No futuro, e apesar dos desafios a enfrentar, a equipa espera continuar a surpreender o mundo científico com o aprofundamento desta inovação. Como refere Elvira Fortunato, “os dispositivos em papel ainda não têm o mesmo desempenho dos dispositivos convencionais, embora nas nanotecnologias tudo possa acontecer no futuro, porque a informação é imaterial”.

    Referencias
    Abrir
  • Cloud computing é um novo paradigma dos sistemas de informação em que se utilizam serviços web, tais como software, armazenamento de dados ou capacidade de processamento, de forma contratualizada, em detrimento da aquisição de sistemas semelhantes. Poderá ser visto como uma forma de outsourcing em que o seu acesso é pago periodicamente, eliminando assim qualquer preocupação em manter e actualizar o sistema.

    A utilização de cloud computing permite ainda que qualquer alteração às necessidades possa ser rapidamente colmatada pela realização de uma nova subscrição ou aumento da capacidade já existente, originando desta forma um aumento de flexibilidade para as empresas. Prevê-se, deste modo, que o cloud computing possa ter um impacto significativo na estratégia empresarial, através da transformação do modelo tradicional de utilização das tecnologias de informação.

    Para operacionalização do cloud computing, a empresa deverá, entre outras medidas:

    • Repensar os seus processos de forma a serem mais versáteis e adaptáveis a esta nova realidade, funcionando num ecossistema integrado;
    • Potenciar a versatilidade dos processos, garantindo a sua modularidade e escalabilidade, tornando-os, assim, mais simples, normalizados e com interfaces definidas;
    • Identificar os processos que, ao serem introduzidos numa cloud se traduzam em mais valias por via de uma melhor gestão e/ou de um menor dispêndio de recursos;
    • Construir um ecossistema com base num workflow de actividades que transcenda a simples troca de dados entre serviços.
    Referencias
    PwC, "Driving growth with cloud computing", Technology Forecast disponível em http://www.pwc.com/pt/pt/incentivos/Innovation-Publications.jhtml
    Abrir
  • A indústria das energias renováveis está a utilizar técnicas inovadoras para construir e operacionalizar aerogeradores de grandes dimensões, por forma a tornar a visão de um mundo ecologicamente sustentável, não dependente de energias não renováveis, uma realidade.

    Com o lançamento previsto para o ano de 2013, um destes novos aerogeradores irá possuir pás giratórias com o comprimento de 275 metros, o equivalente a 23 auto-carros perfilados. Para concretização deste projecto ambicioso, o Governo Inglês assumiu a intenção de investir um volume de capital inicial de £10 milhões, já em 2010.

  • O mapa desenvolvido pela Google tem por objectivo chamar a atenção da comunidade civil e científica para os impactos esperados no clima de cada região do planeta Terra, de acordo com um aumento de 4° na temperatura média, como consequência do aquecimento global e do agravamento do efeito de estufa a que o planeta está sujeito.

    Nesta mesma página, os utilizadores podem ainda assistir a entrevistas facultadas por cientistas ingleses, onde são explicadas as mais recentes descobertas relativas ao aquecimento global e aos impactos esperados desse acontecimento no quotidiano da Humanidade.

  • A British Telecom revelou publicamente que se encontra a desenvolver esforços no sentido de desenhar, testar e implementar uma rede de banda larga super rápida até 2015. Esta visão foi inicialmente lançada pelo Governo Britânico e, após o desenvolvimento da tecnologia necessária, a BT afirma agora ser uma realidade passível de ser alcançada nos próximos cinco anos.

    A organização pretende desenvolver, numa primeira fase, um teste-piloto em pequena escala, implementando uma rede de fibra super rápida, com débitos de 1 gigabit, em Kesgrave, Suffolk, disseminando, posterior e progressivamente, esta tecnologia a cerca de 40 cidades rurais.

  • Conhecido pelo nome de “Seabreacher X Watercraft”, esta mistura de barco com submarino foi desenvolvida para combinar a velocidade de um tubarão e a elegância e dinamismo de um golfinho.

    Com um motor de 260 cv que lhe permite atingir 50mph à superfície e 25mph debaixo de água, este barco a jacto representa um dos mais recentes avanços ao nível da tecnologia de submersíveis de pequenas dimensões, desenhado para executar manobras acrobáticas velozes capazes de atrair público do mais variado.

  • Investigadores do MIT em parceria com investigadores do Northeastern desenvolveram recentemente uma tecnologia inovadora para monitorização de indicadores biomédicos remotamente e em tempo real. Prevê-se que num futuro próximo esta tecnologia seja adaptada para o formato de implantes que quando introduzidos sob a pele dos pacientes, permitirão, de entre outras funcionalidades, o controlo em tempo real do nível de açúcar no sangue dos mesmos e a libertação de químicos para tratamentos especificamente direccionados para a fonte da doença.

  • Desenvolvido pela 3M, o Littmann Electronic Stethoscope Model 3200, representa um avanço tecnológico notável numa das mais tradicionais ferramentas de trabalho medicinais – o estetoscópio. Este produto da 3M não só capta os batimentos cardíacos do paciente, como também detém a funcionalidade de o reproduzir posteriormente. A informação recolhida aquando da auscultação é sincronizada em tempo real para um computador do médico especialista, que poderá posteriormente analisar a informação, anexar registos médicos e rever o processo do paciente online com os restantes colegas de profissão. A qualidade de som captada e registada pelo aparelho, permite a detecção de ruídos consequentes de problemas cardíacos, prevendo-se que elimine mais de 8 milhões de ecocardiogramas e consultas de cardiologistas desnecessárias, reflectindo-se na poupança de $9.4 mil milhões.

  • Cientistas da Universidade Maryland e do Instituto Joint Quantum, afirmam ter teletransportado com sucesso informação de um átomo para outro, de uma forma controlada. Este teletransporte controlado de informação entre átomos, poderá representar, de entre outros feitos, um grande avanço para a criação de computadores altamente seguros e significativamente mais velozes que qualquer outro produzido até ao momento. Apesar deste avanço notável, a concretização de uma visão futurista e idílica de teletransporte de seres humanos, representa ainda um feito a realizar num futuro bastante longínquo.

  • O SixthSense representa uma interface de utilização gestual que representa uma ponte de ligação entre informação intangível e digital e o mundo tangível. Composto por um projector de bolso, um espelho e uma câmara, o SixthSense permite uma interacção com a informação nunca antes verificada - a partir de movimentos gestuais. De entre outras funcionalidades, este aparelho permite ao seu utilizador captar imagens fotográficas a partir da construção de uma moldura com os seus dedos direccionada para cenário pretendido (ver vídeo anexo).

  • A ser desenvolvido por um inventor de Shenzen - China, Youzhou Song, o conceito de autocarros elevatórios surgiu da análise dos problemas associados ao trânsito excessivo nas grandes cidades chinesas e na realidade do número crescente de cidadãos chineses que irão num futuro próximo adoptar a utilização de transportes particulares. Dado estes factos, o inventor sugere a produção de autocarros públicos que apenas transportarão passageiros na sua plataforma superior, o que permitirá ao livre trânsito de veículos por debaixo dessa mesma plataforma sempre que o autocarro tiver de parar para deixar e receber passageiros nas suas paragens. No conceito de Youzhou, o autocarro poderá transportar 1.200 passageiros, e será alimentado por uma fonte de energia eléctrica combinada com energia solar, atingindo aproximadamente 40 km/h. De acordo com os estudos desenvolvidos, este meio permitirá reduzir entre 25% a 30% o trânsito verificado nas principais vias chinesas.

  • A grande do comércio, Amazon, apresentou protótipos para aquilo que será um novo sistema de entregas para 2015, o Amazon Prime Air. Com recurso a drones (veículos aéreos não-tripulados), os produtos demorarão apenas meia hora a chegar ao cliente após a encomenda online. Os “octocopters”, com motor eléctrico, conseguem transportar objetos com peso até dois quilos, o que representa cerca de 86% das encomendas entregues atualmente pela Amazon. Estes drones deslocam-se através de coordenadas GPS e não são telecomandados. Uma excelente prova de inovação no serviço!
Os conteúdos disponibilizados neste portal são de natureza geral e meramente informativa, não se destinando a qualquer entidade ou situação particular, e não substitui aconselhamento profissional adequado ao caso concreto. A PricewaterhouseCoopers - Assessoria de Gestão, Lda. não se responsabilizará por qualquer dano ou prejuízo emergente de decisão tomada com base na informação aqui descrita.